Acidente vascular cerebral (AVC)

O AVC decorre da alteração do fluxo de sangue ao cérebro. Responsável pela morte de células nervosas da região cerebral atingida, o AVC pode se originar de uma obstrução de vasos sanguíneos, o chamado acidente vascular isquêmico, ou de uma ruptura do vaso, conhecido por acidente vascular hemorrágico.

Sintomas e sinais de alerta:

- dor de cabeça muito forte, de início súbito, sobretudo se acompanhada de vômitos;

- fraqueza ou dormência na face, nos braços ou nas pernas, geralmente afetando um dos lados do corpo;

- paralisia (dificuldade ou incapacidade de se movimentar);

- perda súbita da fala ou dificuldade para se comunicar e compreender o que se diz;

- perda da visão ou dificuldade para enxergar com um ou ambos os olhos.

O AVC é uma emergência médica. Se achar que você ou outra pessoa está tendo um, é preciso dirigir-se com urgência ao serviço de emergência do hospital mais próximo para um diagnóstico completo e tratamento!

Fonte: Ministério da SaúdeAcidente vascular cerebral (AVC)

O AVC decorre da alteração do fluxo de sangue ao cérebro. Responsável pela morte de células nervosas da região cerebral atingida, o AVC pode se originar de uma obstrução de vasos sanguíneos, o chamado acidente vascular isquêmico, ou de uma ruptura do vaso, conhecido por acidente vascular hemorrágico.

Sintomas e sinais de alerta:

- dor de cabeça muito forte, de início súbito, sobretudo se acompanhada de vômitos;

- fraqueza ou dormência na face, nos braços ou nas pernas, geralmente afetando um dos lados do corpo;

- paralisia (dificuldade ou incapacidade de se movimentar);

- perda súbita da fala ou dificuldade para se comunicar e compreender o que se diz;

- perda da visão ou dificuldade para enxergar com um ou ambos os olhos.

O AVC é uma emergência médica. Se achar que você ou outra pessoa está tendo um, é preciso dirigir-se com urgência ao serviço de emergência do hospital mais próximo para um diagnóstico completo e tratamento!

Fonte: Ministério da Saúde

  • teste